CNMP discute violência contra a mulher na zona rural de Granito

 

As mulheres sertanejas estão cada dia mais engajadas na luta pela redução da violência contra as mulheres, assim como lideranças e gestores públicos que trabalham com a temática de gênero. Isso pôde ser constatado durante o Seminário Municipal Violência Contra as Mulheres: vamos conversar? – uma iniciativa do projeto Caminhando Contra a Violência as Mulheres no Sertão do Araripe, realizado pelo CNMP com o apoio de Brot.

A Seminário, que aconteceu dia 13 de julho no povoado de Lagoa Nova, município de Granito, contou com a participação de quase 60 pessoas, que escutaram atentamente as falas da mesa e interagiram com questionamentos e propostas concretas para ajudar às mulheres a buscarem sua autonomia financeira, que é uma das razões que têm mantido as mulheres vítimas de violência, por ter que conviver com o agressor. Em relatos, foram externadas as preocupações diante esse contexto e solicitada da rede de proteção ações que contribuíam para mudar esse quadro.

Esteviveram participando da mesa de diálogo, representantes do Fórum de Mulheres do Araripe; Liziana Oliveira, da CRAS; Cleide Domingues, comunicadora da região; Maria Eugênia Lopes, sargenta da PM, Jackson Alves, capitão da PM, Maria Aureliano, conselheira Tutelar, Rejane Souza, do SRT de Granito, Mayara Alencar, secretária da Mulher; Maria do Bom Conselho, secretária municipal de Saúde; Solange dos Santos, da Associação das Mulheres; e Francivalda de Araújo, da Associação do Sítio Palácio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tradução

DOAÇÃO

Doar é construir, entregar-se, lutar de mãos dadas por um mundo melhor,
mais humano e mais saudável, onde todas e todos possamos ser.

Banco Bradesco

AG. 1599-7

CC. 18907-3

CNPJ 24.060.964/0001-93