Com tema: “Controle Social, Equidade e Cidadania na Construção do SUS”, o município de Ouricuri vivenciou no dia 22 de junho a VII Conferência Municipal de Saúde. As educadoras do Centro Nordestino de Medicina Popular -Vera Guedes e Claudia Xenofonte- junto às mulheres participantes dos projetos que a instituição desenvolve na região, participaram e contribuiram na construção do plano Quadrianual de saúde (2018-2021).

O grupo de Gestão em Saúde apresentou as seguintes propostas: Implantar o Centro de Referência de saúde da Mulher; Implantar a casa municipal de parto normal/humanizado; e Implantar o centro de referência de planejamento familiar. Todas essas propostas foram aprovadas pela Assembleia geral.

A questão das doulas foi colocada, mas não entrou nas propostas. Como encaminhamento ficou pensar a inserção delas na casa de parto municipal, pois o município não tem gerência sobre a maternidade Mãe Coruja, sendo de responsabilidade do estado.

Após a conferência, é preciso que esse plano realmente saia do papel e venha garantir os direitos da população.

Boletim De Volta às Raízes

20080110125352

Notícias

 

//
Google Analytics Alternative