Vejam o Blairo Maggi falando com “toda a convicção” que todos podem, sem receio de colocar em risco a sua saúde, consumir os produtos do agronegócio: “carnes, grãos, algodão...”. Assim a mentira norteia a prática e a “ética” dos agronegociantes. Há mais de vinte anos minha esposa, Doroti Alice, questionava os agricultores do Sindicato dos Agricultores Rurais do município de Presidente Figueiredo (AM) que se diziam produtores rurais: “Vocês não são produtores rurais, vocês são agricultores”.

Leia mais...

Mesmo entrando no 6º ano consecutivo de seca e com a capacidade de armazenamento e abastecimento de água limitada no Semiárido de Pernambuco, Governo do Estado não apresenta ações efetivas para o enfrentamento à estiagem.

Leia mais...

Ao longo da história, homens e mulheres do semiárido observaram, experimentaram e selecionaram um mosaico de sementes adaptadas às características da região. Essas sementes são plantadas de acordo com o regime das chuvas e sua resposta às especificidades do clima. No caso do milho, por exemplo, há quem prefira o que cresce mais rápido, ou o que produza mais palha que serve de forragem. Mas a seleção também pode levar em conta a tradição e o paladar regionais. Sendo assim, as famílias podem escolher sementes que oferecem a melhor pamonha, o rubacão mais gostoso ou aquele arrumadinho típico que dá água na boca.

Leia mais...

Projeto criado pela sociedade civil se coloca como contraponto a propostas da banca ruralista sobre agrotóxicos

Lilian Campelo, Brasil de Fato

Leia mais...

Boletim De Volta às Raízes

20080110125352

Notícias

 

//
Google Analytics Alternative