Projeto Mulheres Doulas semeia boas práticas para humanização do parto em Parnamirim/RN

O projeto Mulheres Doulas: Articulando Vidas, realizado pelo Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP) em nove municípios, sendo seis de Pernambuco e três do Rio Grande do Norte, realizou, no dia 29 de novembro, a última das nove Audiências Públicas previstas no seu cronograma. A atividade aconteceu na Câmara de Vereadores do município de Parnamirim, Região Metropolitana de Natal, e contou com a participação das vereadoras Professora Nilda e Ana Michele, além de gestora, técnicas de saúde, doulas, representante da Associação Potiguar de Doulas e público interessado.

De acordo com a coordenadora do projeto, Solô Paiva, os presentes assumiram a missão de continuar a luta semeada pelo projeto. “Entre encaminhamentos assumidos pelas vereadoras estão o aprimoramento das boas práticas dos/as profissionais de saúde e a construção de uma Casa de Parto no município, prevista Lei Orçamentaria Anual (LOA) para 2019”, salientou Solô.

Outras questões relacionadas à humanização do parto e que se tornaram compromissos nas discussões da Audiência foram a abertura de espaço no serviço público de saúde para atuação das doulas e a instituição do Plano de Parto, que deve ser realizado no pré-natal é um instrumento imprescindível para que a humanização do parto possa ser efetivada.  Além da coordenadora do projeto, estiveram participando da Audiência Pública, como representantes do CNMP, as enfermeiras Clarissa de Leon e Mirnna Arruda. O projeto Mulheres Doulas: Articulando Vidas conta com o apoio da União Europeia.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *