NOTA DE REPÚDIO EM DEFESA DO CESAM

O Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP), na pessoa do seu presidente, Dr. Celerino Carriconde, manifesta o mais profundo REPÚDIO à ação emitida pela 5ª Vara da Seção Judiciária de Pernambuco, para desocupação do imóvel onde há 20 anos funciona o Centro de Saúde Alternativa da Muribeca (CESAM), em Jaboatão dos Guararapes.
O CESAM é fruto da ação de um grupo de mulheres guerreiras, e tem como missão produzir plantas medicinais e fitoterápicos, levando mais saúde à população daquela região. O espaço tem valor inestimável para as pessoas vulneráveis da Muribeca e de outras comunidades, que buscam o CESAM para os mais diversos tratamentos – inclusive por indicação médica. Também é importante lembrar o papel do Centro na execução do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos.
Além disso, o Centro é um reconhecido espaço de pesquisa e extensão para escolas de nível médio e superior, como a UFPE, UFRPE e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). No CESAM, são cultivadas plantas medicinais importantes para o avanço da fitoterapia, incluindo várias espécies consideradas em extinção.
O Centro Nordestino de Medicina Popular fez e faz parte da história do CESAM – com muito orgulho – e se une às forças vivas da sociedade, dispostas a lutar pela sua preservação.
 
Direção do Centro Nordestino de Medicina Popular – CNMP
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *