8M lá no Sertão do Araripe

8M lá no Sertão do Araripe

Nesta terça, 8 de março, o Dia Internacional da Mulher foi celebrado em todo o mundo, dando destaque para a luta incansável por menos violência contra as mulheres, mais direitos, respeito e espaços de fala, trabalho e poder. No Sertão do Araripe (PE), o dia foi de luta nas ruas.

O Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP), o Fórum de Mulheres do Araripe e demais movimentos sociais da região marcaram o #8M com as vozes das mulheres. Em praça pública, em Ouricuri, foi instalada a Tribuna das Mulheres, espaços onde todas puderam se expressar, falando da sua luta, das conquistas e das reivindicações.

Em seguida, a mulherada ocupou o espaço da Câmara de Vereadores e Vereadoras de Ouricuri, durante sessão ordinária, para fazer a leitura da Carta Denúncia, que pauta o contexto de violência contra as mulheres na região do Araripe, e solicita a implantação da Delegacia Especializada para as mulheres (DEAM) e o Centro de Acolhimento às mulheres em situação de violência.

“Nossas vozes também ecoaram no programa de rádio da VP FM, no Jornal do Meio Dia. Foi um dia histórico, quando reafirmamos a nossa luta, resistência e denunciamos que a violência contra as mulheres cresce a cada dia,” afirmou Cláudia Xenofonte, educadora do CNMP na região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tradução

DOAÇÃO

Doar é construir, entregar-se, lutar de mãos dadas por um mundo melhor,
mais humano e mais saudável, onde todas e todos possamos ser.

Banco Bradesco

AG. 1599-7

CC. 18907-3

CNPJ 24.060.964/0001-93