Ações públicas para combater a Violência Contra a Mulher

Ações públicas para combater a Violência Contra a Mulher

Para ajudar no combate à violência contra a mulher no Sertão do Araripe, o Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP) realiza várias ações nas áreas urbana e rural dos quatro municípios onde atua com o projeto Caminhando Contra a Violência as Mulheres no Sertão do Araripe: Granito, Exu, Ipubi e Moreilândia.

Nesta etapa do projeto, estão sendo realizadas as Ações Culturais Públicas em parceria com as prefeituras, Governo do Estado e organizações parceiras. Na semana passada, quando se celebrou o Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher, 25 de Novembro, o projeto, juntamente com seus parceiros, realizou Ações Públicas nos quatro municípios.

Em Ipubi, a Associação de mulheres acompanhada pelo projeto, representantes da gestão municipal, da Secretaria Estadual da Mulher e educadoras do CNMP foram às ruas para dialogar com a população sobre o problema da violência de gênero, ainda tão invisibilizado pela sociedade. Elas distribuiram panfletos na feira livre, fizeram colagem de lambe-lambe em pontos comerciais e deram entrevista numa rádio local.

Já em Granito, a Ação Pública Cultural aconteceu na quinta (25), para marcar a data oficial do Dia da Não Violência Contra a Mulhere. Em parceria com a Associação dos Produtores Rurais do Sítio Palácio e da Prefeitura da Granito, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte, Turismo, Mulher e Lazer, foram realizadas panfletagem e colagem de lambe-lambe na feira livre.

Na sexta-feira (26) foi a vez de sair às ruas na cidade de Moreilândia, numa parceria com a Associação de Moradores da Serra do Mandacaru, gestão municipal e da Coordenadoria Regional da Mulher de Pernambuco. Também houve panfletagem na feira livre e colagem de lambe- lambe na rua do comércio.

A última Ação Pública Cultural foi no sábado (27), em Exu. Nem mesmo a alta temperatura e sol fortíssimo desanimaram a mulherada. Elas foram às ruas lutar pelo fim da violência contra às mulheres com representantes da Associação Comunitária da Serra da Estância, da funerária AMO e do vice-prefeito, Francisco Brígido. Em Exu houve triabuba livre, panfletagem e colagem de lambe- lambe na rua do comércio.

Além disso, foi publicado um artigo do CNMP no Blog do Ely, em Ouricuri, revelando o considerável aumento nos números da violência contra a mulher na pandemia, inclusive na região.
Todo esse trabalho, que conta com outras iniciativas, teve como objetivo deixar uma forte mensagem para a sociedade: A VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES PRECISA ACABAR!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tradução

DOAÇÃO

Doar é construir, entregar-se, lutar de mãos dadas por um mundo melhor,
mais humano e mais saudável, onde todas e todos possamos ser.

Banco Bradesco

AG. 1599-7

CC. 18907-3

CNPJ 24.060.964/0001-93