CNMP leva fortalecimento institucional para mulheres de Associação Comunitária da Serra do Mandacaru, em Moreilândia

O Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP) realizou mais uma Oficina de Fortalecimento Institucional no Sertão do Araripe. Desta vez, a atividade, que contou com a participação de nove pessoas, aconteceu com a diretoria da Associação Comunitária Esperança Ação e União, da Serra do Mandacaru, no município de Moreilândia.

Durante os dois dias de Oficina, foram tomados todos os cuidados necessários por conta da pandemia. A ação, que faz parte do projeto Caminhando Contra a Violência às Mulheres no Sertão do Araripe, apoiado por Pão para o Mundo (PPM), tem instigado as organizações parceiras a refletir sobre sua caminhada em
busca do fortalecimento e organização institucionais.

A diretoria externou sua satisfação em poder pensar a Associação de forma organizada, planejada e coletiva. Para ela, o projeto veio a contribuir na construção da dinâmica e organicidade da instituição. Além do fortalecimento institucional, o projeto do CNMP propõe trabalhar dentro do seu foco central, que é o combate à violência contra as mulheres.

Para a Associação Comunitária Esperança Ação e União, essa iniciativa vai ajudar não somente as mulheres, mas a juventude e toda a comunidade, que poderão refletir no coletivo formas de enfrentamento e rompimentos às práticas de violência contra a mulher, culturalmente naturalizadas pela população.

De acordo com a Gerência de Análise Criminal e Estatística da Secretaria de Defesa Social – SDS, o número de mulheres vítimas de violência doméstica e familiar na Região do Sertão do Araripe, de janeiro a março deste ano, foi de 365 mulheres, sendo 27 delas no município de Moreilândia. No total, são mais de quatro mulheres vítimas de violência doméstica e familiar por dia, na região.

#violenciacontramulher #sertaodoararipe #moreilandia #CNMP

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *