Colheita da Oficina de Produção de Hortas Orgânicas

Após 28 dias da realização das Oficinas de Produção de Hortas Orgânicas, lideranças dos grupos acompanhados pelo CNMP na Região Metropolitana voltaram, nesta segunda (28), à horta da instituição, em Olinda, para conferir de perto o resultado do aprendizado. A boa surpresa foi uma colheita generosa de rúcula, alface, coentro, mudas de tomate cereja, pimentão, plantas medicinais e hortaliças.

A ação faz parte do projeto de Segurança Alimentar e Nutricional realizado pelo Centro Nordestino de Medicina Popular com o apoio de Misereor, em municípios da RM e Agreste.

Segundo a coordenadora do projeto, Solô Paiva, o objetivo é estimular a produção de hortas urbanas e ações de multiplicação.De acordo com o técnico em agropecuária, Jakson Reis, as Oficinas trabalharam conhecimentos sobre o manejo agroecológico de forma simples, para que as pessoas possam produzir as suas próprias mudas, utilizando sementes que já têm em casa, como as do tomate e pimentão.

“Usamos a metodologia de Unidade de Teste e Demonstração (UTD) e o retorno foi bem satisfatório”, avalia Jakson. Os ensinamentos teóricos e práticos das Oficinas aconteceram na sede do CNMP, em Olinda, com todos os cuidados sanitários que a pandemia exige.

#alimentacaosaudavel #AgroecologiaÉVida #cnmp

Fotos: Jakson Reis

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *