Mulheres Doulas são certificadas pelo CNMP em São Gonçalo do Amarante

Conscientizar as mulheres sobre os seus direitos sexuais e reprodutivos ainda é um grande desafio no Brasil. Nesse cenário desfavorável, o projeto Mulheres Doulas: Articulando Vidas, desenvolvido pelo CNMP, cumpre um papel estratégico, com ações efetivas para redução do índice de morbidade e mortalidade materna, especialmente em localidades a onde o serviço público não chega ou não consegue atender plenamente.
Nesta terça-feira (11), 12 mulheres foram certificadas pelo CNMP para exercer a função de Doula no município de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte. A partir de agora, elas vão poder acompanhar as mulheres no período pré-natal, parto e puerpério. Também vão atuar na área de incidência política das mulheres para lutar pela garantia dos direitos sexuais e reprodutivos em seu município.
Para Cláudia Xenofonte, educadora do projeto, esse certificado tem um significado para além do papel. “Ele traz também histórias de superação dessas mulheres e de fortalecimento dos seus direitos como cidadã, negados quase durante toda a vida”, ressalta. O Projeto Mulheres Doulas: Articulando Vidas, que conta com o apoio da União Européia, atua em nove municípios, distribuídos no Sertão de Pernambuco e Região Metropolitana do Rio Grande do Norte.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *