Nossa luta pela redução do veneno no prato

Nossa luta pela redução do veneno no prato

Para sensibilizar as agricultoras e os agricultores de Chã Grande na redução do uso de agrotóxicos, mostrando todos os males que essas substâncias representam à saúde humana e ao ecossistema, o Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP) realizou uma Roda de Conversa, na última segunda (23), com 16 pessoas.

A iniciativa foi o primeiro passo para a Campanha ‘Bora Viver Sem Veneno’, que será desencadeada pelo CNMP nas regiões de atuação do projeto Diretos e Desafios para uma Alimentação Saudável – que compreende os municípios de Chã Grande, Paulista, além do Recife.

Durante a conversa, os agricultores conheceram mais sobre os males causados pelo uso de agrotóxicos, a liberação indiscriminada desses venenos no Brasil – hoje já são mais de 1.600 circulando – e como esses venenos destroem o meio ambiente e chegam às mesas das pessoas, provocando doenças como o câncer e problemas neurológicos graves.

O grupo fez muitas perguntas, falou sobre os encaminhamentos do projeto e apresentou sugestões, como intensificar o trabalho nas nascentes para preservá-las e recuperá-las e pediram mais assistência técnica para fazer a transição para agroecologia, inclusive para produzir defensivos naturais. A agricultora Maria José relatou que chegou a perder a córnea do olho esquerdo por causa da aplicação de veneno na lavoura.

A Roda de Conversa ainda contou com um lanche reforçado, com alimentos produzidos a partir das receitas da Oficina de Educação Nutricional. Ao final, foi exibido o documentário ‘O Veneno está na mesa 2’, que deixou todos bastante impactados e reflexivos. O projeto conta com o apoio de Misereor.

#boraviversemveneno #campanhacontraagrtoxicos #centronordestino #campanhanacionalcontraosagrotoxicos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tradução

DOAÇÃO

Doar é construir, entregar-se, lutar de mãos dadas por um mundo melhor,
mais humano e mais saudável, onde todas e todos possamos ser.

Banco Bradesco

AG. 1599-7

CC. 18907-3

CNPJ 24.060.964/0001-93