Centro Nordestino leva práticas agroecológicas para famílias agricultoras de Chã Grande

Famílias agricultoras da comunidade de Palmeiras, em Chã Grande, participaram da oficina de Práticas Agroecológicas, que é parte integrante do projeto Direitos e Desafios para Alimentação Saudável, realizado pelo Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP) no município e em outras cidades da Região Metropolitana do Recife. A oficina aconteceu na Associação de Moradores da comunidade.

A maioria dos agricultores planta hortaliças e está no processo de transição da agricultura convencional para agroecologia. Na oficina, que foi dividida entre teoria e prática, eles aprenderam como fazer corretamente a adubação verde – com mudas de plantas como mucuna preta, feijão guandu e feijão-de-porco.

Também foram assessorados para trabalhar no seu roçado com as chamadas ‘plantas companheiras’, utilizadas no mesmo canteiro para o fortalecimento de culturas diferentes, mesmo com ciclos de vida específicos. Fazer a cobertura morta adequadamente também fez parte da oficina.

No local da oficina, foram plantadas mudas e sementes de coentro, alface, couve, pimentão, feijão-de-porco, feijão guandu, entre outras. As famílias também levaram mudas e sementes para os seus roçados, para reforçar as práticas e avançar no processo de transição para agroecologia. O projeto realizado pelo CNMP em Chã Grande conta com o apoio de Misereor.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *