CNMP faz acompanhamento técnico a famílias agricultoras de Chã Grande 🌱🌿🍃

Após o plantio de três mil mudas de plantas nativas do bioma da mata atlântica, as famílias agricultoras assistidas pelo Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP) nas comunidades de Frexeiras e Palmeiras, em Chã Grande, agora estão recebendo visitas técnicas de acompanhamento.  

A iniciativa faz parte do projeto Direitos e Desafios para Alimentação Saudável e tem o objetivo reflorestar as nascentes dessas comunidades.  

O plantio de 25 espécies, em áreas devastadas de 15 famílias agricultoras, aconteceu no final de maio. Na fase atual, o CNMP está avaliando o desenvolvimento do plantio, tirando dúvidas dos agricultores e das agricultoras sobre pragas, outras doenças e como fazer o plantio consorciado de espécies alimentícias, medicinais e planta de cheiro.

Essa fase também é de mobilização e identificação do interesse das famílias de ter uma plantação agroecológica. Para isto, o Centro Nordestino está oferecendo um curso focado na temática.

Além disso, o projeto está trabalhando com a instalação de cortinas verdes nessas comunidades para evitar a contaminação por agrotóxicos utilizados em outras propriedades. Ao todo, serão construídas 20 barreiras em torno das propriedades das famílias. Foram distribuídas estacas para reprodução das mudas de gliricídias, uma espécie forrageira de fácil propagação. 

Campanha – Outra iniciativa do projeto na área rural de Chã Grande é a realização de uma campanha contra os agrotóxicos intitulada “Bora Viver Sem Veneno?”, que está vinculada à Campanha Nacional Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *