CNMP renova sua ação em defesa das mulheres no Sertão do Araripe

O Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP) reuniu-se, nesta quarta (10), com grupos de mulheres e jovens de Exú, Granito, Ouricuri e Ipubi, municípios do Sertão do Araripe, para apresentar o projeto “Caminhando Contra a Violência às Mulheres no Sertão do Araripe”. O encontro aconteceu na sede do Caatinga, quando a coordenadora do projeto, Vera Guedes, apresentou os objetivos, metodologias e calendário de atividades do novo projeto.

Entre as ações previstas estão: capacitações, viradas culturais nas escolas, seminário,
audiência pública, entre outras, que serão desenvolvidas respeitando as normas sanitárias da pandemia.

Na avaliação da coordenadora do projeto, os grupos receberam bem a proposta e ficaram estimulados para o desenvolvimento das ações. “Saímos do encontro já com a primeira agenda marcada, que será uma ação de formação em comunidade”, afirmou Vera. O programa de Rádio Mulheres do Sertão, que também é mais uma iniciativa do projeto, vai ao ar neste sábado (13), às 11h, para falar sobre como o novo projeto será desenvolvido na região.

O projeto Caminhando Contra a Violência às Mulheres no Sertão do Araripe entende que a violência contra a mulher se manifesta de várias formas, sendo necessárias várias estratégias em níveis individual, organizacional , social e político. Entre as principais metas do projeto, a conquista de uma Delegacia da Mulher, ou espaço equivalente, na região do Araripe. O projeto será desenvolvido entre 2021 e 2023 e tem parceria com o Caatinga, Fórum de Mulheres do Araripe (FMA) e ASA. A iniciativa conta com o apoio de Pão Para o Mundo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *